Esportes faz evento de dança na Arena Flamengo

Para comemorar o encerramento das turmas de dança do projeto Esporte Presente, a Secretaria de Esportes e Lazer realizou no dia 07/12, no Arena Flamengo (Flamengo), o evento “Vem dançar com a gente”, com a participação dos 70 alunos com idades entre sete e 18 anos em apresentações de ballet e jazz.

“O espetáculo é todo pensado nas estações do ano. Cada turma apresenta os passos do que aprendeu nas aulas. Isso faz com que adquiram ainda mais amor pela dança e que nós possamos trazer mais arte para Maricá”, explicou Patrícia Costa, 21 anos, professora do projeto desde maio de 2017.

“Dança também é esporte porque movimenta o corpo. As aulas acontecem aqui mesmo, por solicitações dos próprios pais. E nós achamos importante fazer essa apresentação de final de ano para confraternizar com alunos e familiares e dar oportunidade aos pais para que assistam o que os filhos desenvolveram ao longo do ano”, completou o secretário da pasta, Filipe Bittencourt, revelando que as aulas de dança em breve também serão ministradas no Centro de Esportes Unificados (CEU), na Mumbuca.

Moradora de Araçatiba, Raquel Marins (16 anos) é aluna de jazz. “Eu optei pelo jazz porque acho muito legal essa possibilidade de me movimentar com graça e espontaneidade. E esse quatro estações é algo que está sempre no nosso cotidiano, tanto fora, no meio ambiente, quanto dentro da gente”, contou.

Aluna de ballet, Ana Laura Azevedo (12 anos), que mora em São José do Imbassaí, contou que acha o ballet mais gracioso. “Hoje estou um pouco nervosa porque é a primeira vez que danço balé, mas ao mesmo tempo, um pouco tranquila porque estou acostumada a me apresentar em ginástica rítmica. E tem coisa que é parecido nas duas”, esclareceu ao lado da irmã Maria Eduardo Cajide (10 anos). “Eu faço jazz e ballet, mas acho o jazz mais legal porque é mais agitado. E eu sou muito agitada também”, revelou.

Entre os alunos que praticam as duas danças está o pequeno Carlos Daniel (8 anos), que mora na Mumbuca. “Eu gosto muito de dançar desde pequeno. Faço ballet e jazz porque tenho amor pelas duas danças. É tudo uma mistura”, pontuou ao lado da mãe Edilaine Nunes (46 anos), que estava bastante emocionada. “Eu sempre dancei quando criança e jovem, mas não fiz carreira e acabei parando, então é muito gratificante para mim ver o meu filho se realizando. Agradeço a Deus por essa oportunidade que eu não tive, mas ele está tendo através desse projeto”, agradeceu.

Fotos: Katito Carvalho

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s