Ponta Grossa, Ponte Preta e Itapeba recebem asfalto em suas vias

As equipes da Secretaria de Obras começaram o ano de 2019 em ritmo forte. Várias ruas dos bairros de Itapeba, Ponta Grossa e Ponte Preta receberam asfalto. Somente em Itapeba foram necessários cerca de nove caminhões com aproximadamente 30 toneladas de asfalto para despejar nas travessas Arminda Nogueira da Silva e Altair Marins da Silva.

Balconista de um posto de combustíveis e autopeças localizado na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) com a Travessa Arminda Nogueira da Silva, Gilmar Martins, de 46 anos, elogiou o trabalho da Prefeitura. “Melhorou muito aqui para o posto porque a entrada estava muito precária. Ficou até mais bonito”, acrescentou o balconista.

Moradora da região, a operadora de caixa Maria Conceição, de 42 anos, relembrou como era o local antes de receber o asfalto. “O asfalto ficou muito bom. Quando chovia, ficava um lamaçal. Até para trabalhar era ruim e o sapato ficava todo sujo”, recordou.

Em Ponta Grossa, as equipes se concentraram nas ruas 2, 6 e 8, nas imediações da Escola Municipal Professor Dirce Marinho Gomes. O local vai receber ainda calçadão padronizado. “Segundo as informações das pessoas que moram perto da escola, o local está uma maravilha. Está todo mundo satisfeito”, relatou o aposentado Leandro da Silva, de 60 anos.

Já na Ponte Preta, foi finalizada a colocação de asfalto na Rua 111. Para concluir a via, foram necessários ao todo sete caminhões trucados com aproximadamente 30 toneladas de massa asfáltica. No mesmo bairro, as ruas 112, 113 e Dona Julieta também já começaram a receber o material.

Observando o trabalho das equipes, a aposentada Selma Lopes Muniz, de 82 anos, aprovou a iniciativa na rua onde mora há 12 anos. “Adorei! Achei uma beleza. Temos que acompanhar o progresso. Por isso que eu converso com ‘Papai do Céu’ para aproveitar um pouco mais porque tem muita coisa bonita vindo por aí”, afirmou.

O vendedor de pães e doces Deivison dos Santos Cardoso, de 29 anos, relatou que com a chegada do asfalto vai poder transitar melhor de bicicleta pelas vias. “Quando passava por aqui era uma buraqueira e uma poeirada. Até comentava com o pessoal que se asfaltasse ia ser ótimo para eu trabalhar melhor”, disse o jovem que está há três meses vendendo seus produtos na região.

Fotos: Katito Carvalho

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s