Onda Certa: pais e responsáveis recebem noções de primeiros socorros

Os pais e responsáveis dos participantes do Projeto Onda Certa, criado pela Secretaria de Proteção e Defesa Civil em parceria com a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), receberam noção de primeiros socorros na Praia de Cordeirinho. Os participantes, de 7 a 17 anos, já haviam recebido as orientações no primeiro dia do Projeto e Claudemir Quirino, coordenador do Núcleo de Educação Permanente da Secretaria de Saúde, ensinou sobre o suporte básico de vida, desobstrução de vias aéreas de adultos e crianças e também falou sobre o Desfibrilador Externo Automático (DEA), que já está disponível em todas as bases de salva-vidas.

“Os pais foram muito receptivos, fizeram muitas perguntas e notei que esta era uma preocupação que todos tinham. Contato com o mar diariamente é um privilégio, mas traz também preocupações, então os adultos aprenderem sobre noções de primeiros socorros também é muito importante, para caso algum dia se depararem com uma situação delicada como o afogamento, por exemplo”, disse Quirino.

Cristiane Alonso, de 41 anos, moradora de Bambuí, esteve no local acompanhando o filho Vitor Gabriel, de 9 anos  que participa do projeto pela primeira vez. Ela destacou também a importância dessa atividade para as crianças que estão em período de férias escolares.

“Eu acho muito importante ter esse tipo de atividade, pois sempre estamos por aqui e é sempre bom saber como proceder caso algo grave aconteça. Trazer essas atividades físicas para as crianças também é ótimo, pois é também uma válvula de escape para eles gastarem energia”, frisou.

Agente da Defesa Civil, Rodrigo Cooperman destacou o que está sendo preparado para os outros dias do ‘Onda Certa’, que terá encerramento dia 18/01.

“Na segunda-feira (14/01), a Codemar estará aqui conosco realizando a coleta seletiva de lixo. Além de ensinar noções de primeiros socorros e prevení-los dos perigos do mar, também temos a preocupação de criar uma consciência ambiental de que todos nós somos responsáveis pela preservação das nossas praias. Se todo mundo fizer um pouco, o meio ambiente será agraciado”, explicou. 

Acompanhando os netos, Áurea Regina, de 55 anos é uma das frequentadoras da praia que solicitaram o início do projeto. Ela acompanha de perto o trabalho realizado.

“Eu acompanho sempre e trago todas as crianças junto. O que eles fazem aqui é excelente, pois ensina muito para todas as crianças que frequentam a nossa praia, mesmo morando em outra cidade. Aqui aprendem a nadar e a reconhecer o mar. Meus netos hoje sabem até onde tem a vala e onde não pode entrar. É muito importante criar essa consciência desde pequenos pois isso nos tranquiliza também quando estamos aqui com eles curtindo a praia”, concluiu.

Fotos: Clarildo Menezes

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s