Maricá realiza 9ª Conferência Municipal de Saúde

Sob o tema “Democracia e Saúde” foi realizada no último fim de semana, 6 e 7 de abril (sábado e domingo, respectivamente), a 9ª Conferência Municipal de Saúde de Maricá. O evento, promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, na sede da Universidade Severino Sombra, no Centro (Faculdade de Maricá), teve como objetivo debater, elaborar e aprovar propostas para os próximos quatro anos de gestão pública do Sistema Único de Saúde (SUS) no município e região.

De acordo com a pasta, a 9ª Conferência Municipal de Saúde de Maricá contou com a participação de aproximadamente 400 participantes entre população, médicos, enfermeiros, além de representantes dos Conselhos de Saúde municipais, estaduais e nacionais; representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES), do Ministério de Saúde e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro.

“Precisamos trabalhar o coletivo e a nossa 9° Conferência Municipal de Saúde está discutindo o direito à vida, a saúde e por isso é imprescindível a participação da população. Temos que trabalhar juntos para que consigamos fazer políticas públicas de Saúde de verdade. Vamos nos empenhar para que as ações aqui plantadas sejam de fato realizadas”, afirmou a secretária de Saúde, Simone da Costa.

“Quando nós discutimos saúde não podemos discuti-la como algo isolado. A saúde é o resultado de várias ações. E, aqui em Maricá nesse sentido estamos um passo a frente na garantia da seguridade social”, avaliou o secretário de Relações Institucionais, João Maurício.

“Temos que sair daqui com a garantia de que o direito à saúde seja respeitado”, pediu Zaíra Costa, presidente do Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro.

Para o coordenador do Ministério da Saúde no estado do Rio de janeiro, João Pedro Bush, Maricá está no caminho certo. “A gestão municipal tem feito um importante trabalho na saúde e em várias outras áreas municipais. Maricá é um município que está sempre a frente, se desenvolvendo e se destacando não apenas na região, mas em todo o estado”, avaliou João Pedro Bush. “É difícil fazer saúde sem interação de todos os secretários e é muito positivo ver a presença de tantos secretários municipais, de áreas tão distintas, presentes nessa conferência. Não vemos isso em outros municípios”, comparou o coordenador.

Durante a plenária realizada no segundo dia do evento aproximadamente 300 propostas dentro dos temas: Saúde como Direito – O Conceito Ampliado em Saúde (I); Consolidação do SUS – Princípios e Diretrizes (II) e Financiamento do SUS – Das Conquistas à Fragilização da Seguridade Social (III) foram votadas resultando no Relatório da Conferência com as propostas e moções aprovadas.

Segundo balanço realizado da secretaria a 9ª Conferência Municipal de Saúde de Maricá superou todas as expectativas. “Estou muito feliz com o resultado. A participação de todos foi e é muito importante e as discussões mais acaloradas fazem parte do processo, afinal o que todos queremos é um serviço de qualidade e que atenda o coletivo”, comemorou Simone da Costa. “Agora é encaminhar as propostas para a área municipal, estadual e federal. E, o resultado será visto no cotidiano e o mais importantes é que irão sair daqui delegados que irão representar Maricá na conferencia Estadual”, frisou.

Fotos: Elsson Campos

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s