Estação Tecnológica mais perto de virar realidade em Maricá

DCIM\129GOPRO\GOPR9509.JPG

O projeto da Estação Tecnológica de Maricá vem ganhando forma. Foram apresentadas na manhã da última quarta-feira (10/04), pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Comunicações as novidades que a Estação vai trazer para os moradores de Maricá. A apresentação aconteceu no Paço Municipal. A previsão da secretaria é instalar a estação em Inoã.

Nesta etapa foram apresentados os projetos da Estação Tecnológica para representantes das secretarias de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, Economia Solidária, Desenvolvimento Econômico e para a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar), além da União Maricaense dos Estudantes (UMES).

“Teremos mais uma conversa com as secretarias que pensamos que possam fazer parte deste projeto e com ele levaremos para moradores e visitantes entretenimento e educação numa só Estação”, afirma o secretário de Comunicação, Ciência e Tecnologia, Sérgio Mesquita. “A partir dessas tecnologias iremos desenvolver os projetos. A nossa Estação irá proporcionar também que as experiências sejam praticadas dentro de casa, como reuso da água e tecnologias a favor do meio ambiente”, concluiu.

O  encontro serviu para que sejam também alinhadas as principais demandas do projeto que poderá receber cerca de 700 pessoas por dia, com salas de aula, auditório para mais de 200 pessoas, planetário (Planeta Vermelho) com espaço para 40 pessoas, salas de convivência, salas de estudo e espaço externo, espaço gamer, espaço expositivo digital, experiência de realidade virtual, entre outros, num espaço moderno e inovador com captação de luz solar e com 100% de acessibilidade.

No local serão oferecidos cursos de programação de computadores, robótica, pilotagem de drones, fotografia, edição de áudio, texto e vídeo, estação para formação em televisão e rádio web, e serão incluídos também cursos sobre o uso de energia limpa, tratamento de esgoto com reuso de água, compostagem e horta de plantas frutíferas e medicinais.

“Antigamente, não tínhamos ideia de que anos depois estaríamos usando uma tecnologia desse porte. Para que a gente tire do papel, vai exigir uma sinergia dos governos bem grande para termos um resultado satisfatório”, avaliou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Igor Sardinha. “Acredito que na área de Desenvolvimento Econômico temos muita coisa que tem uma relação direta com esse projeto. Esse primeiro contato nos permite pensar muitas oportunidades”, acrescentou o secretário.

Na segunda etapa de contato com as secretarias, estarão reunidas Educação, Assistência Social, Cultura e Terceira Idade.

Fotos: Marcos Fabrício

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s