Maricá+Esporte entrega uniformes em evento no Esporte Clube

A Secretaria de Esporte e Lazer realizou no campo do Esporte Clube Maricá, a apresentação dos uniformes que os 90 atletas que fazem parte do núcleo de competições do “Maricá+Esporte” vão usar. Ao todo, o programa conta com cinco modalidades: futsal, vôlei, karatê, ginástica rítmica e futebol, este com parceria com o Instituto FairPlay e o Maricá Futebol Clube.

Segundo o secretário da pasta, Filipe Bittencourt, uma equipe multidisciplinar com médico, fisioterapeuta e preparador físico vai acompanhar os atletas que vão participar de avaliações de alto rendimento para representar a cidade em competições de alto nível. “Temos atletas que se destacam nos nossos núcleos e estamos felizes por poder estar aqui hoje, realizando o sonho de alguns em se profissionalizar e representar nossa cidade. Peço o empenho de cada um de vocês nos treinos e quero dizer que daremos todo o suporte necessário”, frisou.

“Vocês tem aqui a possibilidade de ser tornarem atletas, da mesma forma que o Jairzinho, por exemplo, que era morador da cidade. Temos vários campos de várzea, incentivamos o futebol, mas a dimensão mais importante para nós é essa integração de vocês com a cidade, suas relações enquanto cidadãos”, afirmou o prefeito Fabiano Horta, que acompanhou o evento. “Isso vai fazer de vocês pessoas melhores, porque a tecnologia já nos individualiza demais. Vocês vão aprender a ser mais solidários, respeitando uns aos outros. Queremos despertar uma cidade mais humana e coletiva”, disse.

Ex-jogador profissional com passagens por Vasco e Fluminense e filho do tricampeão mundial Carlos Alberto Torres, Alexandre Torres, que é apoiador do projeto, também esteve presente. “Como profissional da área, conheço muitos clubes de futebol e dou muito valor quando há um ambiente saudável em que o trabalho se desenvolva de forma organizada para a garotada. Esse projeto social tem essa mentalidade, que é cuidar dos atletas que estão treinando aqui. Por isso, acredito que o trabalho a ser desenvolvido vai ser de ponta, incentivando também outros clubes e abrindo um novo campo de trabalho para a prática de esporte”, afirmou. “A caminhada é árdua, mas é necessário dedicação e empenho para que o futebol volte a ser o que já foi um dia”, completou Alexandre Torres.

Durante o evento, os atletas que compõem as categorias sub 15, sub 17 e sub 20 de futebol também receberam seus uniformes e participaram de jogos treino. Entre eles, estava Leonan Senna, 16 anos, morador do Engenho Pequeno (São Gonçalo) que participa do projeto há apenas três meses. “Muitos querem ter essa oportunidade, mas não têm como. Então, eu quero aproveitar ao máximo e me profissionalizar”, contou.

Morador de Inoã, Alex Pires, de 19 anos tem o mesmo objetivo, se dedicar. “Eu já treino profissionalmente e fico feliz por trabalhar com tantos profissionais excelentes. Quero evoluir na vida como atleta porque tenho consciência do quanto é complicado chegar até aqui. A concorrência é muito grande, então temos que dar nosso melhor a cada dia”, resumiu o jovem, que está no projeto há dois anos.

Fotos: Clarildo Menezes

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s