Parque Imobiliário de Maricá injetará cerca de R$ 10 milhões na economia local

Uma reunião, realizada na manhã da última quinta-feira (30/05) na sede da Secretaria de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher, deu início ao processo de implantação do Parque Imobiliário Municipal. 

O projeto, apresentado pelo subsecretário de Habitação e Assentamentos Humanos Bruno Marins, consiste na criação de um conjunto de unidades habitacionais (públicas ou privadas) devidamente cadastradas na Prefeitura de Maricá e disponibilizadas para atendimento da demanda habitacional de locação social.

“Nosso primeiro objetivo é criar um banco de dados com unidades imobiliárias suscetíveis a participar do programa de locação social, cadastrar imobiliárias e imóveis disponíveis para serem alugados e manter este cadastro atualizado”, ressaltou Bruno. 

De acordo com o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Comércio, Indústria, Petróleo e Portos, Luciano Leal, a iniciativa é parte da política de valorização da mão de obra e do empresariado local.

“Com o estabelecimento do Parque Imobiliário, a prefeitura estará injetando algo entorno de R$ 10 milhões no mercado imobiliário, que não é só aluguel. Isto é algo que estamos fazendo desde os termos de entendimento assinados com a empresa responsável pelas obras do porto de Jaconé, com o comércio local para a contratação da mão de obra do município e com o portal de oportunidades que acabamos de lançar”, destacou. 

Há 33 anos trabalhando no setor de administração de imóveis com compra, venda e construções, Nédio Torres aprovou a ideia. “Acho a proposta muito boa e construtiva, com certeza ela vai trazer uma grande evolução para a cidade com a movimentação financeira que vai gerar”, disse Nédio. 

Para Caio Morais, que é publicitário e há cerca de sete anos atua no ramo imobiliário, a tarefa não será fácil, mas é interessante. “Convencer os proprietários de imóveis pode não ser muito fácil, mas a imagem positiva que a prefeitura tem, atualmente, ajuda. Acho que em governos anteriores isto seria praticamente impossível. É um projeto interessante e que tem muito potencial”, concluiu. 

Agentes imobiliários e pessoas físicas que não estiveram na reunião também podem fazer parte do banco de dados, para isto basta sinalizar o interesse através do e-mail: habitacaomarica@gmail.com. 

Fotos: Clarildo Menezes

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s