Castração gratuita beneficia 80 cães e cadelas em Maricá

Dois dias após o cadastro de 80 felinos, a Coordenadoria Especial de Proteção Animal, vinculada à Secretaria de Saúde, na última sexta-feira (26/07), inscreveu 40 cães e 40 cadelas para castração gratuita, por meio do convênio firmado entre a Prefeitura e a Veterinária Maricá.

Em menos de quinze minutos, as vagas para castração de cadelas acabaram. Claudenise da Silva, 48 anos, moradora de Itaipuaçu, está desempregada e disse que somente pelo programa poderia castrar sua cadela Glória, de seis anos. “Não tenho condições de pagar pela cirurgia nem de criar mais filhotes. Esse programa nos ajuda muito a ter nossos bichinhos e a zelar pela saúde deles. Estou muito feliz em ter conseguido me inscrever”, destacou.

Quem também conseguiu inscrever sua cadela Carol, de um ano e oito meses, foi o servidor público da Prefeitura de Niterói, Marcelo Ferreira, de 52 anos, morador do Manu Manuela. “Tenho cinco cachorros e somente um é castrado. Quando o animal é operado ele fica mais calmo, tem menos risco de pegar câncer, ou seja, dá menos trabalho”, frisou.

A moradora do Jardim Atlântico, Luciene Soares, de 34 anos, saiu de casa bem cedo, antes das 6h da manhã, para garantir a vaga para o pinscher Hércules, de três anos. “Ele está comigo desde que nasceu, mas agora vi a necessidade da cirurgia porque para garantir a segurança da casa peguei uma cadela de porte maior, a Amora, de dois meses. E o Hércules ficou bem nervoso e agitado com a presença dela”, relatou.

Dona de 15 cachorros, Rosemari Ferreira da Silva, de 50 anos, moradora de Corderinho, explicou que busca a castração do Hulk, de cinco meses, para não ser surpreendida novamente por uma gestação indesejada. “Estou com nove filhotes e não tenho como bancar os gastos com ração, remédios, vacina e veterinário de todos meus cães. Então, quero logo, evitar novas surpresas e operar o Hulk. Além do que, com a cirurgia, ele ficará bem mais saudável”, destacou.

A coordenadora da pasta, Milena Costa, falou sobre uma das exigências do convênio. “Por uma questão de contrato, atendemos animais que tenham entre cinco meses e seis anos de idade e que pesem de três a 20 quilos. Nosso público-alvo são animais sem raça definida (SRD), que em sua maioria, pesam até 15 quilos”, explicou. Ainda de acordo com a coordenadora, será realizada a avaliação clínica e exame de sangue nesses cachorros cadastrados para verificar se há condições para a castração. Caso o animal esteja apto, a cirurgia irá acontecer em agosto.

Até o fim de junho, o programa realizou 227 procedimentos gratuitos. Como pré-requisito é necessário ter renda de até três salários mínimos e apresentar os seguintes documentos: comprovante de renda, Número de Inscrição Social (NIS), cartão Mumbuca, Bolsa Família ou Benefício de Prestação Continuada (BPC). O animal deve ter entre cinco meses e seis anos de idade, de três a 20 quilos e não estar prenha, nem no cio e nem amamentando.

Fotos: Clarildo Menezes

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s