Ciclovia em Itaipuaçu ganha grades de proteção

O canteiro central da Avenida Zumbi dos Palmares, em Itaipuaçu, está recebendo grades de proteção lateral que vão oferecer mais segurança aos ciclistas que utilizam a passagem, que tem cerca de um quilômetro de extensão total entre a Praça do Barroco e a esquina com a Rua Van Lerbergue (antiga Rua 34). Além das grades, estão sendo também plantadas palmeiras que vão arborizar a faixa central.

A providência agradou os usuários da ciclovia, que dá início às pistas destinadas aos adeptos das duas rodas. “É importante, dá mais segurança para nós. Foi bom fazerem esse cerco porque tinha gente que estacionava até carros aqui. Agora ficou melhor para as bicicletas”, opinou o entregador Luan Ferreira, de 24 anos, morador do Jardim Atlântico Central. A técnica de enfermagem Lívia de Almeida, de 34 anos, disse que aguarda o fim das obras para voltar a circular na faixa. “Vou usar com certeza depois de pronto. Antes estava bem ruim, dava até medo de andar”, afirmou. Para o socorrista Cleyson Damásio, de 44 anos, a ciclovia protegida é mais um estímulo para usar os espaços do bairro. “Uso direto as ciclofaixas daqui e de fora também. Já fui até a serra do Lagarto pedalando, sempre nas faixas”, revelou.

Além de Itaipuaçu, o planejamento cicloviário da cidade contempla três eixos: Ponta negra-Centro (com 26,5), Ubatiba-Centro (4 km) e  São José- Centro (11 km). Este último inclui ainda o trecho que passa por Parque Nanci, Itapeba e Mumbuca, onde a pista está sendo construída, e segue pela Estrada Real de Maricá até a Avenida Prefeito Alcebíades Mendes (antiga Estrada dos Macacos), utilizando também as chamadas ciclorotas (onde o espaço da via é dividido com carros e motos).

De acordo com o planejamento da Secretaria de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, a faixa para bicicletas já existente na via deverá ser remodelada, bem como a do mesmo modelo que fica na Avenida Guarujá, em São José de Imbassaí. O órgão espera concluir rapidamente o estudo para iniciar a construção ainda este ano. Ao final da intervenção, Maricá terá um total de quase 42 quilômetros de malha cicloviária.

Fotos: Evelen Gouvea

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s