Homenagem a Rita Lee marca a estreia da Lona Cultural de Inoã

“Essa tal de Rita Lee com esse tal de rock’n roll” foi o tema do projeto Sala Cult que marcou a estreia da programação da Lona Cultural Professor Luiz Carlos Viegas da Silva (Inoã) na última sexta-feira, dia 27/08. O espetáculo em homenagem à musa dos Mutantes e depois dona de uma consagrada carreira solo como compositora e instrumentista foi reapresentado no domingo (01/09), na Lona Cultural de Itaipuaçu

Presidente do Fórum Cultural de Maricá Permanente e moradora de Inoã, Rafaela Lima, de 38 anos estava na Lona Cultural de Inoã com uma amiga. “Esse é um espaço cultural importante para a comunidade. Democratiza o acesso à cultura e ao entretenimento descentralizando as atividades culturais do município. E essa primeira atividade com uma personagem forte, de grande importância no cenário musical, foi uma ótima escolha. Eu só espero que a comunidade tome conhecimento, posse e abrace o projeto, que ela realmente venha participar, ocupando um espaço que é dela”, opinou.

O nivel da apresentação impressionou o público. “Tudo que for para promover cultura e entretenimento é bem vindo. Adoramos Rita Lee e essa banda é muito boa. Que mais tributos como esse venham para Lona de Itaipuaçu”, pediu Sérgio Cavalherda, acompanhado da esposa Sanir Cavalherda, enquanto assistia ao espetáculo no bairro em que mora.

A homenagem à rainha do rock brasileiro contou com as participações do guitarrista Alexandre Bug e das cantoras Rita Cruz, Leandra Robledo e Linna Oliveira em interpretações de sucessos como Ovelha Negra” (música que consagrou o quarto álbum de Rita, “Fruto Proibido”, de 1975), “Mania de Você” e “Baila Comigo”, entre outros. Em “Todas as mulheres do mundo”, a Banda Cult prestou uma homenagem a várias mulheres guerreiras de Maricá.

Para quem admira a trajetória da roqueira, haverá mais duas oportunidades de prestigiar o trabalho da Banda Cult, sexta-feira (06/09) na Lona Cultural Marielle Franco (Barra) e domingo (08/09) novamente na Lona Cultural Professor Luiz Carlos Viegas da Silva em Inoã.

“De uma forma cultural apresentamos para essa nova geração quem foi Rita Lee. Uma mulher de fibra, guerreira, criativa, irreverente, à frente de seu tempo, que só fazia o que queria e que lutou contra o machismo e a repressão”, explicou a vocalista e coordenadora de música da Secretaria de Cultura, Dalva Alves. “Este sempre foi nosso objetivo para quando as lonas chegassem. Passamos um mês inteiro ensaiando, então queremos apresentar em outros lugares, não só uma vez no Centro, para que a população como um todo, tenha acesso”, frisou Dalva.

Fotos:  Elsson Campos

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s