Festival Geek agitou o Centro neste final de semana

Fantasias, maquiagens, fãs clubes do bruxinho Harry Potter e da saga Star Wars, jogos e diversão para todas as idades. Foi com esse clima que o Geek Festival Maricá 2019 tomou conta da Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, no último fim de semana (07 e 08/09). O evento contou com o apoio da Prefeitura, através das secretarias de Turismo, Economia Solidária e Cultura. A Feira Livre Solidária também participou da iniciativa.  

O Geek Festival 2019 foi o primeiro evento no qual os visitantes podiam consumir produtos ou jogar utilizando o e-dinheiro e o cartão Mumbuca, que era carregado com os créditos na hora. 

“A cultura Geek ainda é pouco conhecida e é mais voltada ao público jovem, por isso é importante que aconteça este movimento no centro da cidade para que mais pessoas conheçam essas atividades. O Banco Mumbuca esteve cadastrando os donos de estandes para que eles recebessem em moeda Mumbuca e todos que quiseram, puderam abrir sua conta na hora e começar a pagar com o e-dinheiro”, destacou o secretário de Economia Solidária, Diego Zeidan.

“A intenção de trazer o Banco Mumbuca para o evento foi para disseminar que a moeda social pode ser utilizada em todos os eventos, como a Feira Livre Solidária e, também, a Feira Geek, que recebe pessoas de fora na cidade e não têm conta no banco. Aqui, quem não tinha conta pôde abrir, sendo morador da cidade ou não, ajudando no fomento da economia local”, explicou a presidente da associação do Banco Mumbuca, Natália Sciammarella.

“Aqui temos vários tipos de cultura nerd como a coreana, com as músicas do movimento K-pop, japonesa, com os animes e americana com os dois fãs-clubes, do Harry Potter e de Star Wars, então é um evento para que todos possam se divertir”, falou a organizadora e a moradora de Itaipuaçu, Gabriela Santana. 

Provando que o mundo Geek é para todas as idades, a família de Inoã, composta por Fabiana Alves, de 37 anos, e os filhos Robson Bento, de sete e Ruan Bento, de quatro anos, marcou presença. Os pequenos aproveitaram um stand de jogos e se divertiram com o jogo da velha diferente, que tem como foco vencer eliminando o adversário.

“Eu não conhecia esse mundo e estou adorando. Os meninos estão se divertindo muito e o ambiente está muito legal também”, disse Fabiana. Carine Santos, de 33 anos, mora em Inoã e é comerciante na Feira Livre Solidária. Trabalhando nos dois dias do Geek Festival de Maricá, ela acompanhou a movimentação e adorou o que viu.

“As pessoas vem fantasiadas, maquiadas e é muito legal ver. Esse evento é ótimo para a cidade pois atrai muitos turistas que acabam consumindo também”, disse ela, enquanto pagava seu guaraná natural com o cartão Moeda Mumbuca.

Domênica Panno, 38 anos e a nora Nayara Santos, de 20 anos, levaram a pequena Ornella Panno, de um ano e sete meses para a Praça Orlando de Barros Pimentel para brincar no parquinho. Ao ver a movimentação na tenda, aproveitaram para conhecer o mundo geek. “Estou gostando, pois é legal ver esse tipo de evento diferente na cidade que diversifica os tipos de atrações em Maricá e atrai diversos públicos”, disse Domênica.

Bruna Spinola, a Buba Cosplay, estava maquiada de Dabi, personagem do anime “Boku no Hero Academia”. “Está sendo incrível participar do Geek Festival aqui em Maricá, pois o movimento dos visitantes é interessante. As crianças se interessam pela maquiagem, as pessoas vem de fora participar. Aqui no Rio temos poucos eventos desse tipo, então ter um na cidade que eu moro é muito bom”, falou.

Maria Clara Serpa, de apenas 10 anos, estava no evento acompanhada do pai Roberto Zanoni, de 43 anos e da madrasta Nilceia Carvalho, de 34. Morador de Campo Grande, no Rio, Roberto tem casa em Cordeirinho e trouxe a filha este fim de semana a Maricá especialmente para o evento que a menina adora.

“Eu a trouxe para conhecer, pois este é o mundo dela e está sendo bem legal curtir isso junto”, disse. “Eu sabia que ia ter evento de tecnologia, mas não imaginava que seria assim. Estou adorando, pois tem muita coisa da cultura K-pop que eu curto e é nem legal ver tanta gente reunida para eventos com animes”, falou Maria Clara.

Nilceia, que já mora em Maricá há mais de 20 anos, sempre participa dos eventos na Praça central. “Eu sempre venho aos eventos, pois acho importante valorizar o que a cidade tem a nos oferecer. Ver tanta gente se divertindo, conhecendo Maricá por causa do evento Geek também é bem bacana”, acrescentou. 

Hans Peter Jost, 56 anos, veio de Rio das Ostras com a família para expor seus produtos. Ele tem uma loja virtual de jogos de tabuleiro e contou como surgiu a ideia de criar uma loja virtual de produtos voltados para o mundo Geek.

“Nós estávamos jogando em casa e surgiu a ideia de proporcionar para outras pessoas a possibilidade de se reunir em volta de uma mesa e poder jogar com familiares e amigos. A nossa ideia é de ir na contramão do que acontece atualmente, resgatando o costume de jogar cara a cara, sem nada virtual, com um universo de pessoalidade”, disse.

Fotos: Evelen Gouvêa

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s