Alunos participam de colheita de milho na Fazenda Ibiaci

Cerca de 50 alunos das turmas de 6º e 7º anos da E.M. Vereador João da Silva Bezerra deixaram os livros e cadernos de lado para experimentar uma aula diferente na Fazenda Ibiaci, no Espraiado. A propriedade rural pertence ao município e é administrada pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca. Os alunos ajudaram a recolher 10 caixotes de milho.

“Essa fazenda é do povo. Aqui já colhemos abóbora, aipim e melancia e vocês podem vir visitá-la quando quiserem. Por enquanto, a Ibiaci fica aberta em datas específicas como no Espraiado de Portas abertas de domingo (06/10) ou através de agendamento junto à secretaria”, explicou o secretário da pasta, Júlio Carolino, que fez questão de ressaltar a parceria com a Secretaria de Educação no projeto.

Professor de Geografia do 6º anos, Renato Cosentino falou sobre a importância da atividade para seus alunos.“Conceitos que já foram trabalhados em sala de aula teoricamente, eles estão vendo na prática com uma produção agroecológica sem veneno consociada a diversos alimentos. Isso é importantíssimo para consolidar o aprendizado. E eles terem a experiência de colher, levar esse milho para casa e se alimentar do que foi colhido por cada um, é um tipo de experiência que marca o estudante para a vida inteira”, explicou.

Professor auxiliar, Ezequiel Tiburtino completou: “Numa atividade extraclasse como essa, os alunos aprendem com mais facilidade. A prática acaba sendo sempre mais produtiva para os alunos do que numa sala de aula. Seria muito bom que ficasse como uma aula contínua”, pontuou.

Após alguns questionamentos, como de quanto em quanto tempo os pés precisam ser regados até que o milho seja retirado, os alunos colocaram a mão na terra para ajudar na colheita de milhos.

Após a experiência, eles deram suas opiniões sobre a aula no campo. Isabelly Victoria Lima ficou toda sorridente ao tirar sua primeira espiga de milho, e não quis mais parar. “Eu estou gostando muito de estar aqui mexendo com comida. Está sendo fácil é muito legal”, contou.

“Aqui pegando milho está muito melhor que na escola”, disse rindo Isaque do Carmo, de apenas 13 anos.

A avaliação de Pamela Rodrigues foi mais ampla: “Estou achando tudo bem legal porque é uma atividade fora da escola e que todo mundo pode fazer. Pessoas de todos os tipos podem colher milho e crianças menores também podem ajudar. Gostei muito”, concluiu.

Fotos: Marcos Fabrício

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s