Mais de mil inscritos participam da 3ª edição do EMCCEF em Maricá

Maricá recebeu a 3º edição do Exame Municipal de Certificação de Competências do Ensino Fundamental (EMCCEF). Estima-se que mil e cem pessoas, entre jovens e adultos, realizaram o exame que este ano aconteceu em quatro polos distintos presentes nas escolas municipais Reginaldo Domingues dos Santos, em Ponta Negra; João Monteiro, em Itaipuaçu; Professor Darcy Ribeiro, em Inoã e CEM Joana Benedicta Rangel, no Centro.

“Essa é uma oportunidade ímpar para os nossos jovens e adultos de Maricá que hoje sobem mais um degrau na vida acadêmica”, afirmou Vanda da Silva, diretora geral do CEM Joana Benedicta Rangel. “Aqueles que conseguirem a certificação de conclusão do nono ano poderão ingressar no ensino médio e futuramente sonhar com uma universidade”, destacou.

Ainda segundo Vanda somente no Joana Benedicta Rangel mais de 300 inscritos realizaram o exame. “Temos inscritos de vários lugares de Maricá fazendo essa prova e o mais legal é que qualquer pessoa com idade superior a 15 anos pôde se inscrever para o exame mesmo não estando matriculado em uma escola, pois é uma chance de certificação aberta para toda a comunidade”, frisou Vanda.

“Há 17 anos que estou fora da sala de aula e vi neste exame a possibilidade de terminar meus estudos, mudar de profissão e não parar mais de estudar. Estou confiante e quero sair daqui hoje vitoriosa”, disse Gisele de Souza Ramos, de 31 anos, moradora do Retiro.

“Quero recuperar o tempo perdido. Antes eu não dava importância aos estudos, mas agora vejo o quanto é precioso ter um diploma e não para de estudar. Esse exame me permitirá seguir em frente e conquistar muita coisa”, afirmou Bruno Eduardo Silva, de 15 anos, morador de Guaratiba.

“Trabalho nesta escola há 22 anos e vi essa prova como uma oportunidade de mudar minha vida e crescer como profissional. Estou com uma grande expectativa de ser aprovado e conquistar meu certificado”, garantiu Vanderlei de Oliveira, conhecido como Passarinho, de 47 anos, morador do Boqueirão e funcionário do CEM Joana Benecdita Rangel.

É importante destacar que o EMCCEF segue os padrões do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCEJA), programa com a mesma finalidade, implementado pelo Governo Federal e, que por atender a população de uma forma geral se consolida como uma das maiores políticas de correção de fluxo do estado do Rio de Janeiro.

Fotos: Divulgação

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s