Ação da Saúde do Homem e da Hiperdia movimenta Lona Cultural da Barra de Maricá

As equipes da Saúde dos Programas Saúde do Homem e do Hiperdia realizaram uma ação em homenagem ao Novembro Azul (mês de combate ao câncer de próstata) nesta quarta-feira (dia 27/11), na Lona Cultural da Barra de Maricá.

Aferição de pressão, teste de glicemia capilar, marcação de consulta com especialista do programa Saúde do Homem e palestras sobre as patologias como andropausa, câncer de próstata, câncer de pênis, hipertensão e diabetes fizeram parte das atividades oferecidas.

O gerente do programa Saúde do Homem, Leandro Bastos, ressalta a importância da conscientização da população. “É fundamental a prevenção. O câncer de próstata se descoberto no começo tem 90% de chance de cura. 59% dos homens com sintomas desse câncer não sabem que a dor está relacionada à doença. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma”, ressaltou o gerente.

O morador da Barra, Hélio Alberto Costa, de 57 anos, também compareceu à lona e elogiou o atendimento. “Excelente a orientação passada. Eu desconhecia os três tipos de doenças da próstata e isso nos serve pra ficarmos mais atentos com nossa saúde”, falou. As patologias são prostatite (dor e inchaço, inflamação, ou ambos, da glândula da próstata), hiperplasia prostática benigna (aumento do tamanho da glândula da próstata) e o câncer de próstata.

O aposentado Flávio Marcolino da Silva, de 48 anos, morador de Pindobal, foi buscar atendimento por insistência de sua esposa. “Não tenho hábito de me cuidar. Mas, por insistência dela procurei buscar orientações e adorei o atendimento. Inclusive, já saí daqui com uma consulta agendada com o especialista. Nunca imaginei que fosse tão fácil”, destacou. Com problema de hipertensão, Flávio toma por dia seis remédios e reconhece a importância da prevenção. “É bem mais fácil prevenir do que tratar. Minha esposa sofre de diabetes, por isso já nos cuidamos. Faço caminhadas, não bebo e nem fumo, mas exagero um pouco no consumo de churrasco e pizza”, afirmou o morador.

A coordenadora do programa Hiperdia, Elaine de Souza, ressaltou a importância da realização dos testes de glicemia capilar e medição da pressão arterial. “A maior parte das pessoas têm diabetes e hipertensão e não imaginam. No caso da diabetes, se descoberta precocemente, é possível reverter o quadro em até 70%, apenas com mudanças de hábitos. Por isso, é fundamental reforçar ações de prevenção. O aumento da glicemia e as altas taxas podem levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos”, explicou.

Vânia Silva, de 30 anos, moradora da Barra, aproveitou que iria deixar um de seus cinco filhos na escola para conferir sua taxa glicêmica. “Há tempos queria muito saber como estava minha glicose. Adoro doces, apesar de estar me controlando bastante para evitar guloseimas e gorduras. Mas, confesso que, por falta de tempo, acabo não cuidando da minha saúde e pensando somente nos filhos. Então, esses atendimentos nos bairros são excelentes para facilitar a minha vida”, destacou.

Até o momento, as atividades em homenagem ao Novembro Azul já beneficiaram mais de 300 pacientes em vários bairros como Ponta Negra, Inoã e São José do Imbassaí. Dando prosseguimento as ações: no dia 28/11, será realizado atendimento no posto de Saúde do Espraiado, das 9h às 12h; e, no sábado, dia 30/11, será o encerramento da campanha, com atendimento e exames gratuitos de PSA, no Condomínio Elisa Lake e Beach, em Ponta Grossa, das 9h às 12h.

Em Maricá, o Programa Saúde do Homem existe desde 2014 com objetivo de atender, de forma humanizada, a população com idade a partir 20 anos. Os atendimentos são feitos no ambulatório Péricles Siqueira Ferreira em horários alternativos, com possibilidade de agendamento depois do horário comercial. Ao todo, são 1.852 pacientes cadastrados no programa, atendidos e acompanhados por uma equipe multidisciplinar formada por médico, enfermeiro, nutricionista, assistente social, odontólogo e psicólogo.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), para cada ano do biênio 2018/2019 sejam diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata no Brasil, com 15.391 mortes em 2017.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s