Orla das Amendoeiras completa um ano de revitalização

Um ano após a revitalização da orla da Lagoa das Amendoeiras, em São José do Imbassaí, moradores e visitantes são só elogios ao visual do lugar, que já se transformou em um dos mais requisitados pontos turísticos da cidade, confirmando o acerto na opção urbanística pela implantação desse tipo de equipamento público. Entre as quadras de vôlei e futevôlei, os brinquedos para crianças e os aparelhos de ginástica, quem frequenta o local à tarde nessa época do ano ainda é brindado com um belo por-do-sol. 

Dona do quiosque mais antigo de Amendoeiras, Maria Doralice de Oliveira, a Dora, completa 40 anos no mesmo ponto no próximo dia 4. “As obras deixaram o lugar um show, melhorou minhas condições de trabalho e também o movimento de clientes, que aumentou bastante”, conta ela. 

Edson Costa de Lima mora no bairro há quatro anos, mas é frequentador desde criança e nota a grande diferença trazida pela revitalização. Ele estava com a mulher, os filhos e os cunhados, que moram em Saquarema e no Rio de Janeiro, mas que já praticamente adotaram a cidade, como efeito da mudança no lugar. “Eles (os cunhados) não saem daqui”, brinca. “Ficou uma coisa maravilhosa, melhorou bastante, agora as crianças têm um belo espaço para brincar, venho sempre que posso”, acrescenta. 

Moradora de Itaboraí, Shirley Guedes veio curtir o fim de ano na casa da irmã, que mora em Amendoeiras há cinco anos, e aproveitava o fim de tarde para ensinar a filha a andar de patins. Ela lembra que acompanhou o trabalho de revitalização da orla em visitas anteriores e também não tem queixas. “A gente vem para cá à noite e está sempre tudo iluminado, as crianças brincam na areia sem medo, é tudo muito bom”, diz ela, que pensa em se mudar para o bairro. 

Já Ricardo Aranha, que mora no local há 13 anos, disse que o mais espantoso foi a rapidez das obras de revitalização. “Deu um novo visual para a orla, foi de grande valia e nosso lugar realmente ficou lindo. Só falta revitalizar a própria lagoa, mas tudo tem seu tempo”, avaliou. Um tempo que não deve demorar a chegar, já que de acordo com o plano de saneamento divulgado pela Prefeitura, a prioridade nessa área é a construção de duas grandes Estações de Tratamento de Esgotos (ETE), e galerias de captação em tempo seco, ligadas à rede pluvial. Com isso, o lançamento de esgoto na lagoa será drasticamente reduzido. O investimento é de aproximadamente R$ 180 milhões.

Fotos: Clarildo Menezes

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s