São José de Imbassaí recebe reparos em locais atingidos pelas chuvas

A região de São José de Imbassaí recebeu ações da Prefeitura de Maricá em pontos diferentes na última terça-feira (03/03), quando a chuva deu uma trégua na cidade. O principal delas foi realizada na Rua 31 de março, onde um grande acúmulo de água preocupava os moradores desde o último domingo (01).

Foram colocadas bombas de sucção no local para retirar o acúmulo, além de máquinas abrirem uma pequena vala lateral para ajudar no escoamento.

Perto dali, outra equipe está dando início à intervenção planejada para solucionar a questão histórica das enchentes nesta e em ruas próximas, que são áreas de baixio, que concentram a água das chuvas.

Manilhas de um metro de diâmetro começam a ser instaladas na Rua Doze de Julho para captar a água que vem da 31 de março e também das ruas Santa Cecília e 15 de Agosto, escoando para um córrego próximo ao chamado campo do Dínamo. A região passou por um estudo para a elaboração do projeto, cuja execução já seria iniciada nos últimos dias, a despeito da nova ocorrência de chuvas fortes na cidade.

De acordo com a autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), a obra deve ficar pronta em até três meses. “Vai ser um alívio para nós aqui”, acredita a aposentada Margarida Ramos, que mora na Rua 31 de Março há cerca de 20 anos e tinha dificuldade para retirar a água de seu quintal, até que a máquina que trabalhava na rua retirou parte da terra junto ao muro e ajudou a baixar o acúmulo. “São muitos anos com esse problema e esperamos que agora resolva de vez”, disse a paraibana de 68 anos.

Na Estrada Real de Maricá, equipes trabalham desde a noite de segunda-feira (02) na abertura de um córrego com cerca de 200 metros de extensão, para drenar a água acumulada que atingiu o loteamento Vilar Maricá.

Para isso, o trânsito na via chegou a ficar interditado até a interrupção dos trabalhos, por volta da meia-noite. Na manhã seguinte, a ação foi reiniciada para abrir outra passagem de água, agora com 100 metros. Quem mora no loteamento afirma que a providência já deu resultado.

“Na minha casa, a água já começou a baixar desde a hora em que esse canal foi aberto. A resposta do governo foi rápida ao ver nossa situação”, afirmou a confeiteira Ana Caroline Nascimento, de 36 anos. Ao lado dela, sua vizinha Roseney Garcia confirmou a informação. “Eles abriram aqui e a água começou a descer na mesma hora”, contou ela, que tem 59 anos e mora há 10 na localidade.

De acordo com a Somar, um total de 1.200 operários atuam em diversos locais da cidade utilizando 20 máquinas retroescavadeiras, para realizar todo tipo de serviço que vai da limpeza à desobstrução de ruas. O presidente da autarquia, Renato Machado, passou a manhã acompanhando as intervenções no bairro e disse que já foram realizados aproximadamente 180 atendimentos desde o início das chuvas.

“Estimamos que até o final da semana deverão ser 600 cidadãos atendidos para sanear problemas causados por esta última chuva. O importante é que demos respostas rápidas a quem nos solicitou e que estamos de prontidão, trabalhando dia e noite”, garantiu Machado.

De acordo com a Secretaria de Proteção e Defesa Civil de Maricá não há previsão de chuvas intensas que provoquem acumulados de chuva elevados nas próximas 24 horas. É esperada chuva de fraca a moderada. Com isso, a cidade retornou ao estágio de Vigilância às 9h desta terça-feira.

Fotos: Marcos Fabrício

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s