Fim de semana marcado por homenagens às mulheres

O fim de semana foi marcado por diversas atividades realizadas pela Prefeitura em homenagem às mulheres. Assuntos como liberdade de direitos e democracia foram discutidos em rodas de conversa e palestras durante o ato público “O Grito das Mulheres”, que aconteceu na Praça Tiradentes, na Lagoa de Araçatiba, que também serviu de espaço para as empreendedoras da cidade compartilharem os seus trabalhos.

“Estamos aqui esse final de semana em parceira com a ‘Expo Mães – Amigas de Maricá’ e com a Secretaria de Cultura organizando atividades que marquem o dia 08 de Março. Embora toda sociedade comemore essa data, para nós mulheres ela é uma data de luta, uma data de reflexão porque nós precisamos marcar a nossa história, lutar pelas nossas vidas que são ceifadas todos os dias pela violência contra as mulheres, pelo feminicídio e pelo machismo que nos mata todos os dias”, disse Luciana Piredda, Coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria de Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher. 

“Hoje é um dia muito importante de luta, um dia que a gente precisa unir forças e pensar na importância da sororidade, muitas vezes as pessoas são sabem o significado, mas é incentivar as mulheres a se unirem ao invés de competir. Nós precisamos dar as mãos”, relatou a comerciante Cecília Pereira, moradora do Parque Nanci.

Na Lona Cultural de Itaipuaçu, o Projeto Colmeia (Coletilvo de Mulheres Empreendedoras de Itaipuaçu e Adjacências) abordou temas como maternidade atípica, violência e machismo em uma feira que reuniu artesanato, culinária e estética durante todo o domingo (08/03).  

“A gente trabalha fortalecendo o empreendedorismo feminino, a independência financeira, a saúde emocional das mulheres e a conexão de pensamento. Hoje é um dia simbólico para a sociedade, mas a gente faz isso todos os dias. Pela nossa voz, pelo nosso espaço, pela nossa liberdade e a gente mulher sabe fazer isso de uma forma muito especial, com amor, carinho e trazendo cura uma para outra”, enfatizou a Taísa Muniz, coordenadora do Colmeia, de Itaipuaçu.

“Estamos aqui tratando das políticas de efetividade, é um momento de troca, de trabalhar todas as secretarias aqui presentes, cada uma trazendo o seu trabalho. Trabalhar a questão do empoderamento das mulheres, num momento em que a gente tem tanta perda é de extrema importância. Mulher é festa, mulher é brilho, mas mulher é principalmente luta”, comentou a Secretária de Políticas Inclusivas, Sheila Pinto.

Fotos: Elsson Campos

Maricá Já Play. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s