Desinfecção alcança praças de Itaipuaçu e Ponta Negra

Em mais uma ação de combate à pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura ampliou desde terça-feira (31/03), a ação de desinfecção nos principais bairros de Maricá (Centro, São José, Inoã, Itaipuaçu, Bambuí e Ponta Negra). O trabalho continuará sendo feito no município pelos próximos seis meses.

A orientação é que o produto químico seja dispersado nos locais onde há maior movimentação de pessoas mesmo durante a quarentena. O processo sanitário é feito diariamente, duas vezes por dia, em todos os locais. Trata-se de uma medida a mais para reduzir a circulação do vírus. 


A equipe dispersou o produto primeiro na Rodoviária de Itaipuaçu. O trabalho, realizado de maneira minuciosa, foi feito em todo o pátio, nas estruturas dos trailers, nos bancos e nos banheiros do local. Depois, os trabalhadores seguiram para a Praça do Barroco, onde os locais que mais concentram pessoas tiveram uma maior atenção, como corrimões, calçada, bancos da praça e até mesmo os equipamentos de ginástica, mesmo que não estejam em uso – a ideia é eliminar totalmente o vírus.     

“Eu me sinto muito mais seguro vendo que a Prefeitura se preocupa com os cidadãos. Infelizmente tenho que vir à rua por morar sozinho, mas essa ação me dá mais tranquilidade”, disse Carlos Santos, aposentado morador de Itaipuaçu.

De acordo com Fernando Sziedat, fiscal da prefeitura responsável por acompanhar o trabalho, a equipe será ampliada. “A empresa vai contratar mais pessoas e assim faremos três frentes de trabalho diariamente, ao invés de duas, e com isso vamos dividir melhor. Uma equipe permanecerá fixa em Itaipuaçu, outra fará o percurso do Centro até Inoã e a terceira do Centro até Ponta Negra. Lembrando que os locais são visitados duas vezes por dia pelos agentes”, explicou.   

Para Zalmir Duarte, morador de Itaipuaçu, as ações rigorosas da Prefeitura estão surtindo efeito. “Estou vendo as ações rigorosas da Prefeitura, e eu acho que estão sendo muito bem feitas, tem que ver primeiro como vai ficar a população”, comentou. 

O processo desinfecção utiliza produtos aprovados pela Anvisa, considerados eficientes para o combate à expansão do vírus. Nenhum é nocivo à saúde. 

Fotos: Evelen Gouvêa

Revista Maricá Já. A sua informação em apenas um click

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s