Ruas de Maricá ganham lavatórios para higienização

A necessidade de higienização frequente como mais uma ação eficiente de prevenção ao avanço da pandemia de coronavírus levou a Prefeitura de Maricá a disponibilizar lavatórios em locais públicos.

O sistema utiliza duas lixeiras apoiadas sobre uma superfície fixa, onde foram instaladas torneiras e mangueiras. Ao lado delas, há garrafas com detergente e álcool 70% para completar o ato de higiene. No centro da cidade, os conjuntos foram montados próximo à agência dos Correios, na Rua Ribeiro de Almeida, e no Terminal Rodoviário do Povo de Maricá.

A novidade foi aprovada também pela parte da população que ainda precisa ir eventualmente às ruas, como a diarista Rosilene Pacheco, que cuida da mãe e dos irmãos e precisou ir ao mercado. “Todos temos de nos cuidar e os moradores de rua nem têm como fazer sua higiene muitas vezes. É mais uma ajuda para não espalhar o vírus”, avaliou ela, que tem 55 anos e mora no Bairro da Amizade.

Já a vendedora Alexandra Barcelos, de 43 anos, contou que a medida facilitou muito o trabalho dela e de outras pessoas que atuam na rodoviária, como ela. “Agora a gente não perde tempo indo ao banheiro só para lavar as mãos. Foi muito útil para todos que trabalham aqui”, garantiu. Quem passa pelo terminal também aprovou o lavatório, como o casal formado pelo pescador Roberto Borges e pela microempresária Sônia de Oliveira.

“Fomos a locais como bancos e mercados e não vimos nada parecido, nenhum cuidado como este. Achei muito interessante”, disse Sônia, de 52 anos, ao lado do marido, que chamou a atenção para a importância da medida. “O que está acontecendo não é brincadeira, é importante que as pessoas usem isso”, convocou Roberto, que tem 58 anos.

De acordo com o coordenador de Conservação da Autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), Bruno Rodrigues, 13 desses equipamentos estão nas ruas da cidade além dos 10 móveis em apoio, por exemplo, às equipes de limpeza nas ruas. “O alvo, com a população de rua, é também este público, as pessoas que precisam estar trabalhando seja na limpeza ou manutenção públicas. Ainda é um projeto piloto que estamos avaliando ampliar”, adiantou Bruno Rodrigues.

Fotos: Evelen Gouvêa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s