Secretária de Educação explica funcionamento das aulas remotas

A Prefeitura de Maricá realizou uma transmissão ao vivo, através de suas redes sociais, na qual destacou todas as ações que a Secretaria de Educação deve implantar no município para a disponibilização de aulas remotas em toda a sua rede de ensino, em virtude do isolamento social vivido em decorrência da pandemia de Covid-19.

Durante a transmissão a secretária de Educação, Adriana Luiza da Costa e o subsecretário de Gestão da Educação Básica, Rodrigo Moura, explicaram como os alunos terão acesso às atividades seja através de uma plataforma digital ou em apostila, neste período de isolamento social.

“Quando falamos em atividades remotas não quer dizer que serão atividades somente em plataforma digital, internet, inclusive essa semana nossas escolas já estão entregando juntamente com as cestas básicas algumas atividades impressas”, lembrou Adriana. “Mães, pais e responsáveis pelos alunos não precisam se preocupar em relação aos alunos que não possuem acesso a internet já que teremos várias formas de trabalhar remotamente”, disse.

De acordo com Adriana enquanto os alunos realizam as atividades impressas, já distribuídas, os professores seguem em formação preparando outros materiais, entre eles, mais apostilas, videoaulas, podcasts, criando grupos de conversa e muitas outras possibilidades que a profissão de professor permite e que a secretária chamou de “Regime Especial das Múltiplas Atividades Remotas”.

“A escola está fechada, mas o professor está em casa ativo. Ainda não temos uma data para o retorno das aulas presenciais, apenas uma previsão, por isso, enquanto for necessário, continuaremos trabalhando para atender nossos alunos. Esse não é um momento para encher os estudantes de exercícios e de conteúdo Estamos passando por uma mudança de paradigma que, não está somente na educação, mas na vida de todos nós”, avaliou a secretária.

Já o subsecretário Rodrigo Moura esclareceu que todo o material didático foi e está sendo adaptado para a nova realidade. “Quando pensamos em múltiplas atividades, estamos realmente garantindo que ninguém vai ficar de fora. Todo nosso material didático foi reformulado. Tivemos um período de preparação dos nossos professores justamente para que todos os alunos possam ser atendidos com várias atividades, pois educação não se faz somente com livros de português e matemática, mas também com várias vivências”, afirmou Rodrigo.

Segundo o subsecretário cada escola irá trabalhar para atender as especificidades de seus alunos, pois entendem que cada criança tem diferentes necessidades e, nesse processo, o canal no YouTube será mais uma ferramenta assim como as apostilas e a plataforma digital da Educação.

“Falar de ensino remoto é falar de vários aparelhos e muitas alternativas de ferramentas que podem ser utilizadas. Nossa plataforma digital está em fase de implantação e o canal no YouTube que já está disponível vai contar com muitos vídeos que não necessariamente serão videoaulas. Teremos, enfim, conteúdos que os pais poderão utilizar juntamente com seus filhos, porque neste momento mais que nunca precisamos trabalhar com a integração escola e família”, explicou Rodrigo. “Já temos nossas primeiras videoaulas prontas que logo serão publicadas no canal e, é Importante dizer que todo conteúdo estará integrado as atividades impressas, ou seja, a aprendizagem será a mesma, porém a forma de chegar a casa do aluno poderá ser diferente”, concluiu o Rodrigo.

Fotos: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s