Fomenta Maricá liberou mais de R$ 7 milhões para pequenos empresários

Lançado pela Prefeitura de Maricá em maio, como uma das principais medidas de suporte à economia local durante a pandemia de Covid-19, o Fomenta Maricá liberou mais de R$ 7 milhões para micro e pequenos empresários maricaenses. Atualmente, há 21 pedidos de empréstimo em análise de documentação, e já foram firmados 210 contratos.

 O Fomenta Maricá tem duas linhas de crédito, sendo uma com juro zero, para valores entre R$ 300 e R$ 21 mil, e outra, de R$ 21.001 até R$ 40 mil, com juros de 3% ao ano e tarifas subsidiadas. Todas as solicitações são analisadas pela Agência de Fomento do Rio de Janeiro (AgeRio), que após a aprovação elabora o contrato de empréstimo e encaminha para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, responsável pela criação do programa, que utiliza recursos do Fundo Soberano – espécie de “poupança” municipal, onde é depositada parte das verbas oriundas dos royalties e participações especiais da exploração de petróleo.

Segundo o secretário Magnun Amado, ainda há centenas de solicitações em triagem, que ainda não foram liberadas para análise da AgeRio devido à falta de alguma documentação obrigatória para a concessão do empréstimo. “Os técnicos estão entrando em contato com esses empresários, para ajuda-los a obter e encaminhar os documentos exigidos. Só depois disso é que essas solicitações poderão ser analisadas pela AgeRio”, explicou Magnum.

Beneficiado pelo Fomenta, Nero Barreto tem uma franquia de curso de inglês no Centro e estima ter perdido mais de 20% dos alunos desde março, quando as aulas presenciais foram suspensas. “Na semana seguinte à suspensão das atividades presenciais, iniciamos aulas online, mas muita gente não se adaptou ao sistema e preferiu sair, enquanto outros deixaram o curso pela queda que tiveram na própria renda”, explicou ele, que obteve R$ 35 mil do programa.

“Esses recursos vão nos ajudar a manter a equipe, de nove funcionários, com os quais assumi o compromisso de não demitir até dezembro. Também estamos fazendo adaptações na escola para o momento em que pudermos retomar as aulas presenciais”, disse Nero.

Proprietária de um escritório de serviços contábeis em Ponta Grossa, Luana Moraes obteve R$ 17 mil do Fomenta e se disse muito satisfeita com o programa. “A iniciativa é muito importante para os pequenos empresários como eu. Atendemos a muitos clientes que têm negócios de pequeno porte e foram afetados pela pandemia, então esse dinheiro vem muito a calhar. Vai me possibilitar manter o escritório aberto nos próximos meses”, afirmou ela, que teve o dinheiro liberado na última quinta-feira (02/07).

Fotos: Marcos Fabrício

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s