Quarentena | 5 atividades para fazer durante a pandemia

Por Thaís Rossi


Estamos completando o quinto mês da quarentena e o sentimento de confinamento só foi aumentando durante esse tempo. Agora, a flexibilização já começa a avançar e alguns setores que antes estavam fechados como shopping, academias, bares e restaurantes voltaram a funcionar com restrições de público e medidas higiênicas de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Apesar disso, não é hora para relaxar. É possível frequentar alguns lugares abertos, mas também estar atento às recomendações para não cair na estatística de contaminados pelo Covid-19. De acordo com o último boletim, o estado do Rio de Janeiro somou mais de 183 mil casos confirmados, com mais de 14 mil mortos. No país, mais de 103 mil pessoas vieram a óbito, chegando a mais de 3,12 milhões de contaminados.

Os números assustam e aumentam o estresse provocado pelo confinamento, mas é possível melhorar isso mesmo diante desse cenário para muitos caótico. Por isso, separamos 5 atividades para você realizar dentro e fora de casa, claro, com a devida segurança.

1-       Jogos, filmes e atividades em família

Se você mora com mais pessoas esse pode ser uma boa hora para estreitar os laços familiares e se divertir em casa mesmo.

Porque não reunir a família envolta daquele jogo de tabuleiro que está aposentado há um tempão enquanto devoram uma pizza, por exemplo. Outra opção bem legal é maratonar uma série ou fazer aquela sessão cinema, com direito a um balde de pipoca quentinha. 

Para as mamães, colorir um livro infantil com seu filho pode ser uma atividade relaxante que vai ajudar vocês a enfrentarem o isolamento de forma mais leve e prazerosa.

Mas esteja atento para a recomendação de que as atividades sejam feitas com as pessoas de uma mesma casa. 

2-      Leitura em casa

Não há melhor atividade do que a leitura para fugir desse momento caótico sem precisar sair de casa. A mente viaja quando concentrada em uma história, seja em um livro, filme ou série. Porém, em um mundo tão tecnológico como o que estamos vivendo, ler um livro físico se tornou coisa rara. Mas esse tipo de leitura traz sensações extrassensoriais que não é possível em alguns meios tecnológicos como a experiência olfativa, a tátil e até mesmo visual, pois a leitura no papel não incomoda o olho como as telas dos smartphones, por exemplo.

E melhor ainda, em casa o leitor não precisa usar máscara, evita aglomerações e ainda vai poder fugir do isolamento e até mesmo da realidade pandêmica porque a leitura nos faz viajar. A escolha do universo é livre, basta pegar um livro do seu gosto e aproveitar a tarde inteira viajando por ele.

Para a coisa ficar completa, você pode fazer um delicioso café ou chocolate quente, sentar em uma poltrona ou deitar e desfrutar de uma leitura agradável por horas.

3-       Passeio pelas praças da cidade

Algumas praças da cidade já foram revitalizadas e valem a visita. É o caso da Praça de Itapeba que passou por uma transformação da Prefeitura. Ela agora conta com um novo gramado e uma rampa de acessibilidade, além de mudas nativas que deixaram o ambiente mais verde. Até a quadra poliesportiva está de cara nova.

O lugar ficou mais natural também com a presença de alguns animais como pavões, perus e outros animais dóceis, o que atrai bastante o interesse das crianças. Com a sua reinauguração, a Praça de Itapeba se tornou um excelente lugar para espantar a sensação de confinamento.

O Parque a céu aberto na Orla do Parque Nanci também é uma excelente pedida. Entretanto é preciso estar atento às recomendações. Usar sempre máscara, evitar contato com outras pessoas e também compartilhar utensílios de uso pessoal, como garrafas de água e toalhas. Se a praça estive muito cheia, o ideal é retorna para casa.

4-       Pesca com caiaque

Essa atividade está aumentando em todo o Brasil e acaba sendo uma das mais seguras nessa época porque é uma prática individual e que não possui risco de aglomeração.

Além de ser uma atividade física, a prática ainda alia o prazer da pesca à adrenalina de atravessar o percurso, espantando facilmente o estresse e a sensação de isolamento. 

Os pontos mais visitados de Maricá para este fim são a praia da Barra de Maricá, Lagoa de Jacaroá, Canal de Ponta Negra, Lagoa do Boqueirão e Restinga. 

5-       Orla de Araçatiba, Barra de Maricá, Ponta Negra e Itaipuaçu

Embora as areias das praias estejam interditadas para evitar a aglomeração é possível trafegar pelas orlas, mas com cautela e segurança mantendo o distanciamento.

Dar uma voltinha de bicicleta, de skate ou até mesmo fazer uma corridinha pode ajudar a desestressar do confinamento e você ainda entrar em forma. Você pode até dar um mergulho no fim da corrida, só não pode ficar na areia.

Uma boa opção é aproveitar para conferir a revitalização nas orlas da praia da Barra, Ponta Negra e Itaipuaçu. Com nova iluminação, calçamento e paisagismo os locais podem ser aproveitados até durante a noite.

Em Araçatiba as quadras na areia ainda estão fechadas devido à pandemia, entretanto é possível pedalar na nova ciclovia ou caminhar pela orla sentindo a brisa no rosto. De máscara, lógico.

Em casa ou na rua, siga a todas as recomendações. Passe álcool nas mãos antes de sair e depois de chegar em casa, use máscara sempre em espaços públicos, higienize bem as mãos quando estiver no conforto do lar, não deixe de trocar as roupas de cama regularmente e abra a casa todos os dias fazendo o ar circular. Tudo isso vai contribuir para que você continue saudável, mental e fisicamente.
Foto: Faqueco Corrêa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s