Campanha Nacional de Multivacinação é prorrogada

Esta sexta-feira (30/10) seria o encerramento da Campanha Nacional de Multivacinação, porém a data foi prorrogada para 13/11, devido à pandemia do novo coronavírus, que dificultou a aderência dos usuários do SUS na atualização da caderneta de vacinação. O município de Maricá vai receber um quantitativo de doses a mais da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, vindas do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, ainda não divulgado em nota oficial. Na próxima terça-feira (3/11), todas 24 Unidades de Saúde da Família já receberão vacina contra Poliomielite.

Até dia 28 de outubro, o município de Maricá ministrou 14.195 doses, sendo 10.820 doses aplicadas de multivacinação e 3375 doses de Vacina Oral Poliomielite (VOP), contra Poliomielite (paralisia infantil). São cerca de 18 mil crianças e adolescentes cadastrados na Estratégia de Saúde da Família de Maricá, que era a expectativa de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde de Maricá. A meta ainda não foi alcançada.

Para aumentar a cota de vacinados e, consequentemente, alcançar a meta a SMS Maricá através da Atenção Primária à Saúde, vai intensificar a busca ativa dos cadastrados e dos não cadastrados: os agentes comunitários em saúde estão indo nas casas dos moradores, principalmente nos vazios sanitários (bairros que não possuem Unidades de Saúde da Família) para imunizar as crianças e adolescentes.

No calendário da criança, que inclui a imunização de crianças de até 5 anos de idade, são 14 vacinas no total. São elas: BCG, Hepatite B, Penta (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e poliomielite), Pólio inativada, Pólio oral, Rotavírus, Pneumo 10, Meningo C, Febre Amarela, Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), DTP (tríplice bacteriana), Hepatite A e Varicela. No calendário do adolescente há mais vacinas, além de reforços das imunizações feitas na infância. São elas: Hepatite B, Febre Amarela, Tríplice viral, Difteria e tétano adulto, DTPa, Meningocócica ACWY e HPV quadrivalente. A vacina de sarampo para adultos é oferecida contra o sarampo para todos da faixa etárias entre 6 meses e 59 anos.

Caso o munícipe ainda não seja cadastrado em uma USF, é necessário levar apenas o documento de identidade ou nascimento, o cartão do SUS e o comprovante de residência. Lembramos que o horário de funcionamento das Unidades de Saúde da Família é de 8h às 17h, de segunda a sexta, exceto três unidades – Jardim Atlântico, Inoã 1 e Central – que funcionam das 8h às 20h, de segunda a sexta. Importante ressaltar que a sala de vacinação do Central funciona até às 17h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s