Número de ciclistas na cidade cresceu durante a pandemia

Por Nathália Muller

Possuímos aproximadamente 26 km de ciclovias espalhadas por todo o município, coisa que não existia na cidade até pouco tempo atrás. Com a regras de distanciamento, na pandemia houve um aumento na procura de bicicletas e dos adeptos ao ciclismo e com isso as faixas começaram a ser ainda mais utilizadas. 

Para muitas pessoas a quarentena se tornou um gatilho e um incentivo para tornar o ciclismo um estilo de vida. Pedalar é uma boa opção de atividade física, sem causar aglomerações, em que nela pode-se trabalhar com exercícios cardio, a mobilidade, o psicológico e o emocional, que são de longe, as áreas mais afetadas durante esse período. 

O aumento dos adeptos ao ciclismo também aqueceu o comércio local, fazendo com que as lojas especializadas da cidade estejam com filas de espera para agendamento de compras que vão desde as bicicletas, até equipamentos e roupas próprias para a prática. 

Os maricaenses estão usando as bicicletas como um esporte e também incorporando mais às atividades do cotidiano como ir ao trabalho, as compras e até a consultas médicas, evitando assim o uso de transporte coletivos nessa locomoção. Segundo a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas – Aliança Bike -, as vendas cresceram em todo o país. Em Maricá, houve um aumento de 30% a 60% nas vendas de bicicletas, desde o início da pandemia. Segundo um dos lojistas da cidade, todos os dias são vendidas pelo menos 20 bicicletas e a loja já está com problemas para conseguir os modelos de Aro 29, que são as que mais estão saindo. Para Reginaldo, praticante de Montain bike e um dos nomes mais conhecidos na cidade quando se trata de ciclismo, houve um aumento não apenas de novos adeptos mas também a prática por parte das pessoas que já tinham suas bicicletas em casa sem uso. Muitos voltaram a pedalar e resgataram o amor pelo esporte. ‘’Desde o início da pandemia, aumentou muito na cidade o número de adeptos. Pessoas que já pedalavam e tinham parado, votaram e pessoas que nunca haviam praticado nenhum esporte na vida, começaram a pedalar e estão apaixonadas. É um esporte muito bom para aliviar o estresse, você anda pela cidade vendo como ela é linda e esquece dos problemas”, diz Reginaldo. 

Durante a pandemia, é indispensável que se redobre os cuidados com a higienização da bicicleta, do uso de máscaras e evitar aglomerações, respeitando o distanciamento. Além disso, os ciclistas devem respeitar e cobrar o cumprimento das leis do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Aproveitar as belezas de Maricá e se exercitar ao mesmo tempo é tudo o que precisamos nesse período de pandemia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s