Maricá segue gerando empregos formais na pandemia, segundo CAGED

As medidas de proteção à economia local, decretadas pela Prefeitura no âmbito da pandemia de Covid-19 continuam mantendo a cidade em destaque pela eficácia: pelo terceiro mês consecutivo Maricá registra evolução no saldo mensal de empregos formais com abertura de 185 novos postos de trabalho em agosto, ainda com a cidade operando em estágio com restrições a atividades. Já no saldo acumulado desde janeiro, foram geradas 444 vagas de empregos celetistas, o que representa 2,4% em relação ao estoque total em 1º de janeiro de 2020. 

Com isso, dentre os municípios com mais de 150 mil habitantes, Maricá ainda detém o melhor resultado no estado, a despeito de todas as ações contra a expansão do novo coronavírus. Os dados são do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo CAGED) do Ministério da Economia, divulgado em 30 de setembro e referente às movimentações em agosto. 

“Fizemos com que o comércio local se mantivesse forte diante de todas as ações gerando empregos e serviços. A partir desse incremento da economia local partindo do Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT), Programa de Amparo ao Emprego (PAE), Renda Básica de Cidadania (RBC) e Fomenta Maricá, pudemos manter a economia pujante ainda que em crise nacional”, avaliou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Comércio, Petróleo e Portos, Magnun Amado.  

Os resultados são mais expressivos a partir de maio. Em abril, primeiro mês integralmente com a pandemia, e com as medidas mais rígidas de isolamento social, a cidade experimentou uma perda mínima, a menor do estado, de 0,1%, mas a partir de maio a recuperação foi expressiva com a aceleração dos programas. 

Em termos comparativos, apesar de ligeira recuperação em agosto, o estado como um todo sofreu uma perda considerável, o que destaca ainda mais Maricá. Segundo o Caged, no acumulado de janeiro a agosto, o estado ainda possui uma perda de quase -190 mil vagas de empregos celetistas, o que representa uma variação de -5,8% em relação ao estoque total registrado em 1º de janeiro de 2020. Em termos nacionais, a variação foi de -2,2%, ou 849 mil empregos em relação a janeiro. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s