Bares e restaurantes sem música ao vivo por sete dias

Da próxima segunda-feira (15/03), até a outra semana, durante sete dias, os bares e restaurantes não poderão oferecer música ao vivo, shows ou qualquer outra atividade que gere aglomerações aos seus clientes. Esta é mais uma medida de prevenção e combate à Covid-19 tomada pela Prefeitura, e acordada com empresários locais durante reunião entre o município e comerciantes nesta sexta-feira, 12/03, na Escola Municipal de Administração (Emar), no Centro. 

O decreto com essa finalidade será publicado na própria segunda-feira e valerá até o dia 22/03. Findo esse prazo, a Prefeitura fará uma avaliação da adoção das medidas e haverá uma nova reunião com os empresários para que, em caso de necessidade, sejam discutidas novas ações.  

“Uma reunião como essa é importantíssima, não se vê isso em outros lugares”, avaliou a secretária de Saúde, Simone Costa. “Estamos aqui também para escutar o que os empresários estão passando, mas também precisamos mostrar qual é a real situação do município, de que maneira a gente precisa se prevenir, como cuidar da vida das pessoas, é uma troca mútua”, comentou Simone.

O secretário de Ordem Pública e Gabinete Institucional, Júlio Veras, considerou positivo o encontro. “O caminho é sempre o diálogo. Vivemos um momento infeliz, mas vemos uma estabilização aqui. Essa reunião mostra que o governo está muito atento e sensibilizado, não só com a questão do combate à Covid-19, mas também está preocupado com a vida dos comerciantes, familiares e funcionários”, analisou o secretário. “Hoje ouvimos diferentes opiniões e realidades, e foi importante porque eles já sabem o próximo passo do governo, não tendo nenhuma surpresa que possa gerar prejuízo ao seu negócio”, completou Júlio Veras.

Para o dono do bar Caneca Mofada (Itaipuaçu), Fabiano Oliveira, a aproximação é fundamental na pandemia. “O diálogo da Prefeitura conosco, além de amigável, é respeitoso com a turma dos bares e restaurantes noturnos. Temos muita preocupação com essa doença que leva parentes e amigos, mas também precisamos trabalhar porque temos funcionários, contas e famílias para manter. Vejo reuniões como essa como o melhor caminho, porque assim nunca somos pegos de surpresa”, comentou
Fabiano.

Além de Julio Veras e Simone Costa, a reunião contou também com o secretário de Relações Institucionais João Maurício de Freitas. “Ao contrário dos municípios do entorno, Maricá manteve os leitos de UTI de Covid, o que nos garante uma segurança e flexibilidade”, avaliou o secretário. “Percebemos uma crescente dos números de casos, e para que a estabilidade do município permaneça, precisamos tomar mais algumas medidas, foi então que resolvemos fazer a reunião com os representantes do comércio de bares e restaurantes para ouvir as demandas dessas pessoas e chegar a uma solução que mantivesse os negócios e protegesse a população”, avaliou João Maurício. Os secretários de Transportes, Douglas Carvalho Paiva e de Desenvolvimento Econômico, Comércio, Indústria, Petróleo e Portos, Igor Sardinha, também participaram.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s